Seguro Familiar — Quais os seguros fundamentais para as famílias?

Atualmente, o seguro e suas diversas modalidades são essenciais para todas as casas brasileiras. Isso acontece, pois existem diversos tipos de seguro, e cada um deles é voltado para uma área específica. Os seguros mais comuns são os de residências, os de vida, os de carros, os de saúde e os de previdência privada.

Seguro Familiar

Seguro Familiar

Dentro do seguro familiar, os seguros necessários para que as famílias possam viver com mais tranquilidade são:

  • O seguro de residências protege as casas contra incêndios, explosões e outros acidentes que podem ocorrer por diversos motivos. É importante lembrar que esse seguro é destinado à família e não a empresas.
  • O seguro de vida paga um dinheiro, em forma de indenização geralmente, a esposa ou marido do segurado. Quando acontece um acidente pessoal, o seguro de vida também cobre invalidez (lembrando que o mercado dos seguros divide em três os tipos de invalidez: temporária, parcial e total).
  • O seguro auto, de carro ou de outros tipos de veículo, como motos, por exemplo, protege o automóvel em diferentes situações, dependendo do tipo de plano que o segurado assina com o segurado, existem proteções contra perdas em acidentes, a danos contra terceiros e roubos e furtos, por exemplo.
  • Além de todos esses seguros que você pode contratar, existem ainda um seguro obrigatório, o DPVAT, que é um seguro de trânsito. O mesmo é utilizado em caso de acidentes de trânsito, sendo disponibilizado para as vitimas certa quantia para arcar com as despesas de médico, remédios, entre outras coisas.
  • O seguro saúde ajuda toda vez que o segurado precisa de um atendimento médico, internação ou serviço, conforme estiver escrito no contrato, funcionando geralmente pelo sistema de franquias que o segurado pede uma parcela do valor do médico para a seguradora.
  • Por fim, o seguro previdência privada é muito semelhante ao seguro de vida, mas o pagamento do dinheiro ou indenização é feito em vida. Ele pode até mesmo servir como aposentadoria ao lado da previdência social.

Usar seguros é fundamental, pois os acidentes e imprevistos podem acontecer a qualquer momento, dessa forma eles acabam por diminuir o prejuízo e o transtorno de diversas situações desagradáveis, como uma operação emergente no caso do seguro saúde, por exemplo. Por isso os seguros deixam à vida das famílias muito mais tranquilas.

Existem ainda outros tipos de seguro familiar que são muito importantes para casos em específicos, como o seguro aluguel, por exemplo. Para obter mais informações sobre os seguros, recomendam-se os corretores ou corretoras de seguros, que podem ajudar os seus clientes a escolher os melhores planos e tipos.

O DPVAT 2019 SP é um imposto que deve ser pago por todos motoristas, sem nenhuma exceção. É importante sempre estar atento ao trânsito para evitar acidentes.

Programa do Governo de Assistência oferece bolsas

O Bolsa Família tem cada vez mais ajudado milhares de famílias a terem acesso a serviços básicos e essenciais, como saúde, educação. Famílias que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza podem contar com esse benefício a fim de dar uma dignidade para quem realmente necessita.

Os beneficiados recebem todos os meses certas quantias de dinheiro para que possa manter uma vida com direitos e acesso a serviços públicos. A quantia que será depositado varia de acordo com a situação de cada família. Os valores que as famílias recebem mensalmente varia entre R$ 32,00 a R$306,00.

Programa Bolsa Família 2019

Programa Federal

O bolsa família 2019 não é um programa permanente, para toda vida, não é um emprego. É um programa social para dar as famílias uma oportunidade delas se organizarem durante um, dois ou até 5 anos.

Nesse período as famílias vão se organizando dando chance de conseguir condições favoráveis. Além disso esse valor poderá ser de grande importância para outra família que necessita.

Bolsa família: como funciona

O bolsa família funciona de maneira muito simples e objetiva. O Bolsa Família reúne 3 benefícios em um único: Bolsa Escola, Bolsa Família e Auxílio Gás. Uma vez participante desses programas, não há a necessidade de inscrição em qualquer outro programa, visto que o cadastro elaborado pelas prefeituras municipais é único.

Existem 3 tipos aplicados ao benefício Bolsa Família:

  • Básico:destinado a famílias de extrema pobreza e o valor desse benefício é de R$ 68,00 mensais independente da composição ou número de membros na família;
  • Variável: famílias pobres ou de extrema pobreza com gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes de até 15 anos com o valor mínimo de R$ 22,00 sendo que cada família pode acumular até três benefícios, ou seja, R$ 66,00;
  • Variável para jovem: famílias pobres ou de extrema pobreza com adolescentes de 16 e 17 anos, com o valor de R$ 33,00 tendo a possibilidade de acumular até dois benefícios, ou seja, R$ 66,00.

Para ter direito ao bolsa família, essas famílias precisam garantir que estão tendo acesso a saúde, a alimentação, a escola e aos serviços de assistência social. Para obter os benefícios do Programa Bolsa Família, basta acessar o site: www.mds.gov.br/programabolsafamilia, lá você terá todas as informações sobre os serviços, formulários, documentos necessários e pré-requisitos para participar do programa.

INSS pode abrir concurso já esse ano

Concurso INSS 2018 – O concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS 2018) havia sido divulgado no ano passado para o preenchimento de mais de quatro mil vagas. Para ser realizado o concurso tece autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Porém, até o momento ainda não foi divulgado o edital oficial do concurso. Mas, nos adiantamos e separamos mais informações para você concurseiro de plantão, confira.

Concurso INSS

Não é segredo que o concurso INSS 2018 é o maior concurso, e também o mais aguardado pelo publico concurseiro de todo o Brasil. Mas, infelizmente o mesmo só poderá ser feito quando o orçamento para este ano for aprovado em votação. Dessa maneira, a expectativa criada é de que esse votação ocorrerá ainda no final do primeiro semestre, sendo assim o edital concurso INSS seria publicado até meados de outubro.

Para maiores informações acesse: http://www.previdencia.gov.br/.

Vagas Concurso INSS

Inicialmente estavam estipuladas 3.080 vagas concurso INSS 2018, mas o pedido feito oficialmente e enviado para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão estima o total de 4.730 vagas. Essas oportunidades irão variar entre os cargos de técnico do seguro social, cargos para nível médio para perito e  também cargos de analista do seguro social. Os salários iniciam em R$ 4.620,91 podendo chegar até R$10.559,64.

Um fato interessante sobre o concurso é que ofertando todas essas quatro mil vagas, o concurso INSS não é capaz de preencher todas as necessidades presentes no sistema, essa estimativa é passada pela Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos. Essa mesma ainda afirma que o déficit no setor do INSS é maior que a 10 mil servidores, os quais abrangem todas a regiões do Brasil.

Inscrição Concurso INSS

A inscrição concurso INSS 2018 ainda não teve prazo divulgado, visto que o edital também não foi apresentado. Sendo assim, é importante para todos os interessados ficarem atentos e já planejarem os estudos. Para quem preferir, poderá acessar o edital INSS 2018 vagas anterior, para ter uma noção das obrigações e exigências, visto que a empresa organizadora do concurso será a mesma.

Concurso INSS

No último concurso INSS a taxa de inscrição teve variação entre R$ 50 e R$ 60, mas tudo indica que o valor cobrado para o concurso INSS 2018 será superior. O interessado deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição conforme data prevista, está é a comprovação da inscrição.

Edital INSS

O concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS 2018) é um dos mais esperados e aguardados por concurseiros de todo o País. Mas, só poderá ser realizado a partir do momento que o orçamento para este ano for votado.

Sendo assim, a expectativa é de que a votação ocorra no final do primeiro semestre e o edital INSS seja publicado até meados de outubro. Mas, para os interessados de plantão, preparação é a palavra de ordem. Veja mais informações sobre o concurso INSS 2018.

Data de divulgação do Edital

O edital INSS 2018 ainda não foi divulgado, a previsão é de que isso aconteça até meados de outubro. Para quem desejar verificar o edital do último concurso INSS poderá acessar site e ficar por dentro de tudo que foi estabelecido, como o calendário, cronograma das provas, conteúdos programáticos, como foi a inscrição e a divulgação dos resultados.

A inscrição concurso INSS 2018, foi realizada em um período de 30 dias e as taxas tiveram variação entre R$50 e R$ 60. É também no edital que será especificado para onde as vagas serão destinadas, tanto em relação aos estados quanto as cidades. Além disso, no edital concurso INSS também é possível conferir todos os locais para realização das inscrições.

Consulta Caixa PIS

PIS 2019: Consulta Caixa Econômica Federal. O Calendário do PIS 2019 começa a ser pago no início do segundo semestre de 2019. Saiba agora quem tem direito ao Abono Salarial e como fazer para consultá-lo na Caixa Econômica Federal. PIS 2019: Consulta Caixa Econômica Federal.

Dinheiro do PIS/PASEP Caixa

Dinheiro do PIS/PASEP Caixa

O PIS – Programa de Integração Social – foi criado pelo Governo Federal em 1970 no intuito de garantir a integração do trabalhador com o desenvolvimento das empresas, garantindo assim, uma melhor distribuição de renda. O PIS é um benefício exclusivo dos trabalhadores do setor privado, e para participar deste Programa o trabalhador deve ser cadastrado pela empresa quando for realizada sua primeira admissão, assim, o trabalhador terá o seu cartão com o número de sua inscrição no PIS para contar com vários benefícios, inclusive o FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Se você já trabalha de Carteira Assinada e não está cadastrado no calendário PIS 2019 Abono Salarial, deve conversar imediatamente no setor de RH da empresa onde trabalha para que o cadastro seja providenciado. E os trabalhadores corretamente cadastrados no PIS e que atendem a todos os requisitos exigidos terão direito a 1 salário mínimo, vigente no momento do pagamento do benefício. Confira quais são os requisitos para ter direito ao Abono Salarial do PIS 2019:

  • Deverá estar cadastrado no PIS no mínimo há 5 anos;
  • Será preciso ter recebido uma remuneração média mensal de no máximo 2 salários mínimos no período do ano-base de referência, incluindo o 13º salário e também o abono de férias;
  • Já ter exercido alguma atividade que tenha sido remunerada por no mínimo 30 dias corridos, ou não, também durante o ano-base de referência;
  • E por fim, será preciso que o trabalhador tenha seus dados informados corretamente pela empresa através da RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.

Empregadas domésticas não têm direito ao Abono Salarial do PIS, assim como não tem direito também os trabalhadores urbanos ou rurais que sejam empregados por Pessoa Física. Os menores aprendizes também não contam com este benefício de receber o abono salarial do PIS. PIS 2019: Consulta Caixa Econômica Federal

Consultar o PIS hoje em dia é muito fácil, pois graças à internet você poderá fazer sua consulta no site da Caixa Econômica Federal, através do link abaixo: https://sisgr.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01 – informe o NIS e também sua senha de internet. Observe que logo abaixo destes campos você tem opção para “Cadastrar Senha”, “Trocar Senha” e tem o botão “Esqueci Senha” para o caso de você não se lembrar mais de sua senha de acesso. Através do site, você consegue acessar a tabela do PIS 2019, além do valor da parcela devida pelo banco.

Como consultar o PIS 2019

Como consultar o PIS 2019

Em caso de dúvida, vá a uma agência da Caixa mais próxima de você ou ligue para o telefone 0800 726 0101