Como Emagrecer com caminhada nórdica

Já ouviu falar da caminhada nórdica? Até bem pouco tempo atrás (ontem, para ser mais exata…) eu sequer sabia da existência desta modalidade de caminhada.

Popular na Europa, a caminhada nórdica faz com que o corpo gaste mais calorias do que em uma caminhada típica, sem aumento de velocidade e sem necessidade de incluir muitas subidas na trilha. Interessada?

Então me siga e venha emagrecer com caminhada nórdica!

A origem da caminhada nórdica

A caminhada nórdica tem esse nome porque foi criada na Finlândia, um dos chamados países nórdicos (os outros são Noruega, Suécia, Dinamarca e Islândia. Um pouquinho de Geografia não faz mal a ninguém!). A principal finalidade do exercício era manter a musculatura e a boa forma física dos esquiadores nos meses de verão, e por isso os bastões de esqui, que antes dormiam nas garagens durante a temporada sem neve foram usados como “alavancas” durante as caminhadas.

Estudos posteriores confirmaram a eficácia da caminhada nórdica para manter a forma e para emagrecer.

Daí para a popularização do exercício entre a população europeia em geral foi um pulo.

Tudo bem, um pulo de quase quatro décadas, mas emagrecer com a caminhada nórdica tornou-se acessível para quem tivesse disposição para caminhar seguindo os preceitos corretos  do exercício.

Como emagrecer com caminhada nórdica

emagrecer com caminhada nordica

O primeiro passo é saber como praticar a caminhada nórdica de forma correta. Basta adaptar seus passos ao compasso dos bastões.

  • São necessários dois bastões reguláveis. Como o esqui não é exatamente um esporte popular no Brasil (por que será, né?), existem alternativas que podem ser encontradas em lojas de esporte.
  • A ponta dos bastões devem ficar na altura do umbigo, para que a pessoa segure-os com os braços dobrados em 90 graus.
  • A coordenação natural dos movimentos dos braços e pernas servirá como alavanca, fazendo com que a caminhada tenha menos impacto. Siga o seguinte padrão: o braço esquerdo dará impulso à perna direita e vice-versa.
  • Não estranhe se você rebolar mais do que na caminhada normal. A caminhada nórdica simula os movimentos de esquiar; o movimento dos quadris e tórax aumenta o trabalho muscular da região lombar.
  • E não se esqueça da regra de ouro da caminhada nórdica: pise primeiro com o calcanhar e apoie toda a planta do pé no chão.

Uma hora de caminhada nórdica queima pelo menos 45% a mais de calorias do que uma caminhada tradicional, além de de aumentar exponencialmente a resistência física e muscular.

É possível queimar até 450 calorias em uma hora! Já imaginou a junção desse exercício com uma dieta balanceada? Isso mesmo: você vai emagrecer com caminhada nórdica!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *